Mês do Consumidor
Termina em:
Imagem de fundo cinza e 3 cadeiras Sophy da Elements: uma azul, outra preta e última cinza.

Lordose? Essa cadeira pode ajudar a corrigir a postura e aliviar as dores

Você já colocou a mão na coluna ao fim do dia? Naquele esforço, me desculpe, quase que inútil de corrigir a postura ruim ou algo que estaria errado e provocando dores?

Olha, se você não faz a mínima do que eu estou falando, parabéns! Agora, se você sorriu de nervoso e se identificou, quer dizer que faz parte da maioria. Uma gigantesca maioria!

Dor nas costas é um problema comum. Muitas vezes, vem de uma condição chamada lordose que, quando em excesso, vai trazer desconforto sim. Mas saiba que tem como dar jeito.

E uma cadeira, sim, uma cadeira pode te ajudar. Quem diz é a fisioterapeuta, especialista em postura, Camila Ferro. Ao longo do texto, você vai saber que cadeira é essa.

Aliás, todos temos lordose, mas você vai entender quando essa condição deve te deixar preocupado e o que fazer quando causa problemas.

Vamos lá!

O que é lordose

Sim, você tem lordose! Mas calma porque ninguém está condenando suas costas às dores eternas. Porque ter lordose não quer dizer que você tenha uma condição de saúde ruim.

É que lordose é o nome dessa curvatura que todos temos na coluna lombar, certo? A situação se complica quando essa curva natural se acentua.

Aí sim a sua condição muda. Dependendo da avaliação médica, você pode ser diagnosticado com hiperlordose. Veja abaixo os sintomas mais comuns.

Sintomas comuns da hiperlordose e como interfere no dia a dia

A imagem mostra duas mulheres: uma com hiperlordose, com a lombar projetada pra frente, e outra com a coluna reta, normal.

“A hiperlordose pode sobrecarregar a região lombar, o que vai causar na pessoa muitas dores”, esclarece a fisioterapeuta Camila Ferro.

Ou seja, com a hiperlordose a pessoa pode sentir desconfortos ao longo do dia. E isso impacta, diretamente, a rotina porque quem sente essas dores pode ter muita dificuldade de manter a postura.

E isso pode se refletir, inclusive, no sono. Há casos de pessoas que não se sentem bem nem quando estão deitadas. Em outras palavras, pode não haver posição confortável nessa condição.

Fora os episódios de fraqueza e as alterações na curvatura do corpo, que são visíveis. E o problema pode aparecer de duas formas:

- Hiperlordose cervical: quando a curvatura do pescoço projeta a cabeça da pessoa para frente (condição conhecida também como hipercifose);

- Hiperlordose lombar: a curvatura da coluna se acentua para dentro do corpo, projetando a região do abdômen para frente (muitos chamam de bumbum arrebitado).

Mas o que provoca esse avanço da coluna ao ponto de resultar em problemas paras pessoas? No tópico abaixo você vai entender melhor.

Causas da lordose acentuada (hiperlordose)

As causas desse problema na lordose, ou seja, a hiperflogose, são variadas. Podem ter origem em questões genéticas e, até mesmo, no nosso comportamento. Veja abaixo:

- Obesidade;

- Sedentarismo;

- Malformação genética;

- Gravidez;

- Má postura.

As causas, como você viu, podem estar dentro ou fora do nosso controle. Por exemplo, um dos fatores causadores da lordose é a má postura. O que fazer então?

Veja mais detalhes logo abaixo, além de saber qual é a cadeira ideal para quem quer reduzir desconfortos na região lombar.

Como tratar problemas relacionados à lordose

Como lembra a fisioterapeuta Camila Ferro, os problemas relacionados à lordose não têm cura, mas o tratamento pode ajudar aliviar as dores para a pessoa levar uma vida sem desconfortos.

A fisioterapeuta recomenda que a pessoa procure um médico, para entender o nível do problema. Mas, na maioria dos casos, são recomendados:

- Fisioterapia

- Pilates

- Reeducação da Postura Globalizada (RPG)

- Exercícios para fortalecimento da região

No entanto, hábitos comuns do dia a dia podem ajudar a pessoa a evitar problemas relacionados à lordose, como manter uma boa postura corporal, principalmente ao ficar sentado.

“O ideal é que a pessoa busque sempre fazer apoio na região lombar”, orienta a fisioterapeuta. Se você passa longas horas do dia sentado, principalmente por conta do trabalho, existe uma cadeira ideal para corrigir a postura e reduzir sintomas da hiperlordose.

A cadeira que vai te ajudar a corrigir a postura e diminuir dores causadas pela hiperlordose

Investir em uma cadeira ergonômica pode ser a solução para aliviar a lordose e seus efeitos prejudiciais. Essas cadeiras são projetadas para se adaptar à curvatura natural da coluna, oferecendo suporte específico para a região lombar.

Para isso, uma cadeira precisa ter:

1 – Ajustes: a cadeira precisa trazer ajustes que te permitam personalizar a cadeira para o seu biotipo, como apoio de cabeça, suporte de lombar, regulagem do encosto, ajuste de altura e outros.

2 – Ergonomiao design e a combinação de ajustes possibilitam uma postura mais saudável, já que permite a distribuição uniforme do peso corporal. O que reduz a pressão na região das costas, principal a lombar.

3 – Conforto: precisa de materiais resistentes e flexíveis, que façam a pessoa se sentir confortável ao ficar sentada.

Vale lembrar que conforto e ergonomia são palavras com significados diferentes. A primeira tem a ver com a sensação física e mental; já a ergonomia, com a redução de riscos de lesões. Portanto, não querem dizer a mesma coisa.

E uma cadeira que tem todos os recursos citados acima é a Sophy da Elements. Veja mais detalhes logo abaixo.

Como a cadeira Sophy da Elements pode ajudar quem tem problemas relacionados à lordose

A imagem mostra uma cadeira Elements Sophy preta de perfil.

Repare na foto acima: a principal característica da cadeira Sophy da Elements é, justamente, o apoio de lombar, que é bem projetado.

“Uma cadeira reta não vai fazer o apoio completo da lombar que uma pessoa com lordose precisa. E a Sophy traz esse apoio extra necessário”, analisa a fisioterapeuta Camila Ferro.

A cadeira da Elements é uma das mais completas da marca por conta do alto nível de ajustes. Veja o que você pode fazer com as regulagens:

1 – Apoio de cabeça: é possível ajustar a altura, ângulo e profundidade do acessório;

2 – Encosto: o encosto pode ser regulado em até 150º e pode ser travado em, até, 4 posições diferentes. Além disso, o próprio acessório tem ajuste de altura;

3 – Apoio de lombar: uma das marcas da cadeira, o apoio de lombar traz uma regulagem que permite travar ou liberar a tensão do acessório, ou seja, para que reaja ao peso do corpo;

4 – Ajuste de profundidade do assento: você pode aproximar mais o assento do encosto da cadeira ou afastar, para caber mais as pernas. Ajuste ideal para quem é alto;

5 – Ajuste de altura: aqui, é possível colocar o assento mais próximo ou mais acima do chão, de 48 cm a 55 cm;

6 – Apoio de braços 3D: com a cadeira Sophy, você pode subir/descer os braços, ajustar a rotação e, por fim, a profundidade.

Fora que a Sophy também tem os certificados NR-17 e o BIFMA, mostrando que a cadeira passou por testes de segurança e ergonomia e tem qualidade atestada!

Além disso, é indicada para pessoas com até 1,95 m e 150 kg. Veja mais detalhes sobre a cadeira no vídeo abaixo.

“O investimento em uma cadeira ergonômica, como a Sophy, não só alivia os sintomas da lordose, mas também previne o agravamento da condição e evita futuros problemas na coluna” conclui a fisioterapeuta.

 

Conclusão

Se você busca uma maneira eficaz de corrigir a lordose e melhorar sua postura, uma cadeira ergonômica é um investimento inteligente.

Portanto, não deixe a lordose afetar sua qualidade de vida. Invista em uma cadeira ergonômica hoje mesmo e sinta a diferença na sua postura e no seu conforto.

Lembre-se sempre: uma boa postura é a base para uma vida saudável e produtiva. Por isso, escolha um produto ergonômico, que se adapta às suas necessidades e mantenha a sua saúde como prioridade.

Botão clicável roxo com a frase "quero uma sophy".
Voltar para o blog

Deixe um comentário

Os comentários precisam ser aprovados antes da publicação.